Início > Computers and Internet > HTTP Compression – Quando usar?

HTTP Compression – Quando usar?

Essas úlitmas duas semanas estão complicadas mesmo, não tive tempo de preparar o post do TMG, mas…paciência…esse post virá, está sendo preparado.
 
Na semana passada nos deparamos com uma dúvida em um cliente…usar ou não a opção do HTTP Compression do ISA? Em que situação podemos usar essa funcionalidade?
 
Pois bem, vou aqui deixar meu ponto de vista sobre este assunto.
 
O HTTP Compression comprime o tráfego HTTP, envia para o destino, o proxy de destino extrai o pacote, grava em cache e complementa o tráfego. Em alguns casos, vc pode receber no seu event viewer um erro de HTTP Compression que não reconhece o método de compactação de um determinado site.
 
Neste caso, o proxy de destino, quando não reconhece o método de compressão deixa a requisição passar e abre o site normalmente no usuário final, porém, não grava em cache. Nada que possa causar problema, mas, que gera mensagens no event viewer.
 
Se vc tem um ISA Server em uma filial onde o link é baixo, esse recurso pode ser muito útil para minimizar eventos de lentidão na navegação dos usuários.
 
Caso vc esteja lidando com uma grande quantidade de acessos, onde seu link (por maior que seja) esteja perto do gargalo, recomendo o uso da funcionalidade.
 
Se vc não vivencia nenhuma das situações acima, não vejo necessidade de habilitar este recurso.
 
Espero ter ajudado!
 
Um abraço e boa semana!
 
Uilson
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: